ComportamentoSocial MediaTecnologia

Facebook revela alguns planos para anúncios em vídeo

O Facebook irá testar novos formatos de anúncio em vídeos em Janeiro, conforme revelado pela própria empresa na última quinta feira.

Os anúncios, no famoso formato pre-roll por aparecer justamente antes do vídeo que o usuário gostaria de ver só irá aparecer quando o vídeo for exibido  dentro do Hub de exibição do Facebook. Uma plataforma à parte da timeline, com uma experiência completamente diferente para o usuário, onde teremos canais de mídia, criadores de conteúdo, shows, séries. Entenda como um concorrente do Youtube (porque na essência, é isso). A ideia é justamente ser uma experiência diferente do Feed de notícias padrão.

O Pre-Roll do Facebook terá seis segundos de duração, baseado em estudos e pesquisas que inclusive apontam que mesmo para a TV, é um tempo adequado para chamar a atenção do consumidor. E apesar da escala ser muito menor ao Youtube, pelo menos por enquanto, a receita será compartilhada com os proprietários do conteúdo.

Claro que esse é só o primeiro passo e o próprio Facebook por um bom tempo foi contra a idéia de implantar o pre-roll nos seus vídeos, mas com a criação do Facebook Watch, o formato foi implantado pensando no futuro, em que o Facebook pretende ter uma plataforma de vídeo robusta o suficiente para competir com o Youtube e a própria TV tradicional, trazendo os anunciantes direto para a sua plataforma. Portanto os formatos tem que ser atrativos o suficiente para que grandes parceiros de mídia aceitem investir nessa nova plataforma. Por isso o teste agora, antes de implementar de fato, o Pre Roll

O Facebook ainda anunciou algumas outras novidades à respeito da ferramenta. Um dos problemas é que a maioria dos usuários ainda descobrem e assistem aos vídeos no Feed de Notícias. Por isso, a estratégia de grandes canais como a Time, The Atlantic, Vox Media e Nat Geo, era justamente postar no Feed e esperar que isso impulsione a exposição no Facebook Watch. Para resolver essa questão, o Facebook afirma estar trabalhando em um formato promocional que dê mais visibilidade, para que as pessoas entendam o que é o Watch e como acessá-lo e utilizá-lo. Segundo o Facebook, essas atualizações no Feed vão melhorar a distribuição de vídeos de Publishers e Creators, baseado nos interesses das pessoas. Mais vídeos aparecerão no Feed de Notícias, baseado no comportamento dos usuários, para que eles voltem a procurar conteúdo daquele canal mais vezes.

Ao mesmo tempo parece que o Facebook também está preocupado com a qualidade, por que depois da polêmica do Youtube, com marcas retirando todo o investimento por lá, o Facebook parece querer evitar que anunciantes apareçam atrelados a vídeos de baixa qualidade. Apenas páginas com mais de 50 mil seguidores poderão fazer anúncios em transmissões ao vivo por exemplo.

O Youtube que se cuide. Mais uma vez, Mark Zuckerberg não está para brincadeiras.

Previous post

Como usar influenciadores de forma positiva

Next post

This is the most recent story.

Leonardo Ferreira

Leonardo Ferreira

Designer, nerd desde sempre, guitarrista frustrado e ficando cada dia mais careca. Fã de tecnologia, pizza, Rock e chegado em jogar videogame quando não tem nada melhor pra fazer. Alguns diriam que eu sou um hipster daqueles, mas não uso óculos ainda.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *