ComportamentoSocial Media

COMO O INSTAGRAM PODE AJUDAR SUA MARCA?

É inegável a realidade que se tornou o Instagram. Comprado pelo Facebook, a rede social é uma alternativa a quem gosta de ver e publicar fotos e, mais recentemente, vídeos. Esse apelo visual faz com que a rede conte com aproximadamente 300 milhões de usuários.

Esse número certamente é um atrativo para todas as marcas, afinal, com um público desse esperando para ser impactado, querer estar lá é uma vontade que surge instantaneamente.

Mas como ganhar destaque em meio a tantas marcas, pessoas, influenciadores e aparecer para essa audiência potencialmente fantástica? Claro que as estratégias variam de segmento para segmento, de marca para marca, mas existem algumas práticas que podem suavizar o caminho entre fotos de pratos de comida, asas de avião e… gatos.

Vamos às dicas:

Dica 1 – Muita atenção ao conteúdo

A primeira coisa que deve estar muito bem definida é a biografia, afinal, é a primeira coisa que o público vai ler ao entrar no seu perfil. Tudo tem que ser muito bem amarrado e a voz da marca, ou seja, a forma como ela fala com os seguidores deve estar clara e definida, para que não haja ruídos na comunicação. 

Por mais que seja tentador postar um milhão de fotos, assim como quase tudo na vida, menos é mais. Então seja criterioso na escolha de imagens. Além de impacto, gere curiosidade. Os usuários procuram fotos bonitas, então é sempre importante ter em mente qual é a finalidade da rede social que você está inserido.

Após um tempo você vai perceber o que funciona melhor, quais tipos de foto são mais bem aceitas e por aí vai. Tente encontrar padrões nas respostas do público.

Dica 2 – Poste na hora certa

Aqui o assunto vai variar conforme a marca e o segmento dela, mas existem meios, como o IconoSquare, que ajudam a gerenciar o perfil, ver qual hora é melhor para postar fotos e tudo mais. Ele recolhe alguns dados da sua conta no Insta e fornece gráficos, que servem como análise de engajamento. Isso vai te dar insights úteis no dia-a-dia, com número de fotos postadas, quantas curtidas e comentários. Mas é meio que um processo de tentativa e erro, até descobrir em qual momento do dia os seus seguidores estão mais ativos. Analisando alguns dados e adquirindo essa inteligência de uso da ferramenta, você vai descobrir quais momentos são mais propícios para os seus posts.

Dica 3 – Use #Hashtags

Hashtag é conhecida, porém nem sempre bem utilizada. Aqui no caso do Instagram é importantíssimo utilizá-las. Primeiro porque é o elo da sua foto com o resto do Instagram, afinal é a maneira mais fácil de exibir a sua foto para mais pessoas além dos seus seguidores. Dependendo da Hashtag utilizada a sua exposição aumenta exponencialmente, trazendo curiosos (olha lá o resultado da dica 1 aplicado aqui), que vão entrar no seu perfil e eventualmente seguí-lo. Segundo porque dependendo da hashtag utilizada, sua foto corre o risco de ir parar entre as mais populares do momento.

O Top 10 de tags não muda muito. O que não quer dizer que você deva enfiá-las todas em todas as suas fotos. Tags mais genéricas são utilizadas a esmo e de forma equivocada, por usuários que não entendem bem o conceito, por isso, por mais tentador que seja, evite as mais óbvias e genéricas como #party #girl #love e outras do gênero.

Dica 4 – Socialize!

Se você quer se destacar, entenda que a internet é um grande bar, onde você vai conversar com pessoas. Não é um palanque, onde você sobe, despeja (seja lá qual for) a sua mensagem e pronto. Se você espera postar meia dúzia de foto e acha que todos vão vir até você, se enganou. Siga usuários que tenham a ver com a sua audiência, curta e comente fotos. Resumindo: Seja legal, participe ativamente da rede social onde você está.

Previous post

Polêmicas: a marca deve se envolver ou não? Eis a questão!

Next post

Você não precisa ser gigante para pensar como um gigante

Leonardo Ferreira

Leonardo Ferreira

Designer, nerd desde sempre, guitarrista frustrado e ficando cada dia mais careca. Fã de tecnologia, pizza, Rock e chegado em jogar videogame quando não tem nada melhor pra fazer. Alguns diriam que eu sou um hipster daqueles, mas não uso óculos ainda.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *