NotíciasSocial MediaTecnologia

Brasileiros no Twitter “encontram” meme Jéssica (ou quase)

Já ouviu aquele sábio que diz que não melhora nunca? Então, pelo jeito ele é brasileiro e fica bastante no Twitter. Se você acompanha a rede social, já deve ter percebido que os usuários brasileiros são adeptos da filosofia de vida “hu3hu3”, também conhecida como “a zoeira não tem limites”, e isso ficou bem claro com o caso recente.

O caso Jéssica

Se você não esteve vivendo embaixo de uma pedra nos últimos dias de modernidade interwébica, com certeza viu o bordão “Já acabou, Jéssica?” que rapidamente virou meme. E os twitteiros de plantão descobriram rapidinho que há um usuário chamado @jessica na rede, o que significa que a pobre moça – que sequer é brasileira – recebeu uma avalanche de mentions com perguntas importantes, tais como: “Já acabou?” ou “Are you done?”. Compreensivamente, a moça não entendeu bem o que estava acontecendo:

Mas no fim, ela acabou entrando na zoeira (porque não há muita escolha quando esse tipo de coisa acontece no Twitter):

E acabou recebendo o apoio de outro meme do Twitter graças aos brasileiros, a @helena (confere abaixo o caso dela):

Captura de Tela 2015-11-18 às 11.43.29

O caso Helena

O caso da pobre @helena é bem parecido com o da @jessica. Ela se tornou webcelebrity no Twitter brasileiro durante uma das novelas do Manoel Carlos que (surprise, surprise!) tinha uma personagem de mesmo nome. Os internautas brasileiros foram rápidos em bombardear a moça com comentários sobre a história:

Não muito depois do fim da novela, a galera voltou a lembrar dela quando uma participante do Masterchef chamada Helena quase foi eliminada:

O legal é que tá dando quase pra criar um grupo de apoio à essa galera que o Twitter brasileiro encontra e fica enchendo a paciência. E eles vão ter que adicionar o caso abaixo também.

O caso Sarney

O caso mais antigo é o da pobre (coitada) usuária americana Sarah Law Wu, que atende pelo @sarney no Twitter. Na época, lá em meados de 2011, o José Sarney era presidente do Senado e a galera enchia o saco da pobre moça até que ela teve que dar um recadindo na rede:

Mas no fim, teve que entrar na brincadeira também, porque não tá fácil pra ninguém:

Pois é, pelo jeito não melhora nunca mesmo!

 

PS – Embora situações envolvendo violência física e brigas nunca sejam engraçadas, apontamos unicamente a interação dos usuários nas redes sociais ao interagirem com um meme – sem juízo de valores envolvidos. Caso não tenha conhecimento do que ocorreu, assista ao vídeo que criou o meme da Jéssica aqui.

Previous post

Master Card + Nu Bank + Apple Pay - Bem vindo futuro, seu lindo

Next post

Combatendo o ódio virtual, um elogio de cada vez

Guilherme Aleixo

Guilherme Aleixo

Guilherme Aleixo é um nerd de carteirinha, viciado em seriados e livros e jornalista por formação. Com 25 anos, já trabalha na blogosfera há pelo menos oito, revezando-se entre blogs, páginas, comunidades (no extinto Orkut) e até mesmo um pouco pelo mundo real. É um prazer, e a gente se vê por aí (ou não).

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *