ComportamentoDestaquesOutrosTecnologia

Publicidade não-publicitária? Google Home e A Bela e a Fera

Quando os anunciantes se recusam a admitir ou “esquecem de contar” que algo é uma campanha, podemos ter problemas à frente. Vimos isso recentemente com a campanha em que alguns Youtubers falaram em prol da reforma do Ensino Médio brasileiro. Mas dessa vez a empresa envolvida é o Google – que costuma inovar bastante em suas campanhas e publicidades.

Na semana passada os usuários do Google Home – o assistente inteligente do Google – foram impactados por uma campanha sobre a estreia do filme A Bela e a Fera. Os usuários, utilizando a ferramenta para checarem de suas agendas para o dia, como está o trajeto para o trabalho e como será o clima durante a tarde, acabavam por ser convidados a assistir ao filme, recebendo ainda algumas curiosidades sobre o longa-metragem. E aí fica a dúvida: é publicidade ou não é? Se sim, é uma campanha extremamente invasiva por parte do Google, por inserir o anúncio “naturalmente” em meio às informações que o usuário necessita e quer.

Se pronunciando sobre o assunto, o Google não admitiu ser um anúncio publicitário e, sim, apenas uma forma de “parceiros compartilharem suas aventuras com os usuários”. Mas após o backlash que a história deu, o tal do não anúncio foi tirado do Google Home. Coincidência?

E aí, pra vocês é publicidade ou não é?

Previous post

Polêmica do dia: YouTube está ocultando vídeos e canais LGBTQ+

Next post

Transmissão simultânea, separados por um muro

Guilherme Aleixo

Guilherme Aleixo

Guilherme Aleixo é um nerd de carteirinha, viciado em seriados e livros e jornalista por formação. Com 25 anos, já trabalha na blogosfera há pelo menos oito, revezando-se entre blogs, páginas, comunidades (no extinto Orkut) e até mesmo um pouco pelo mundo real. É um prazer, e a gente se vê por aí (ou não).

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *