Eventos

As marcas e o posicionamento social

No Festival do Clube de Criação, que termina hoje (12/09), um dos temas mais interessantes foi “Be an agent of change: Porque a comunicação pode ser mais poderosa do que todas as AR15 já fabricadas”. A mesa foi composta por Hugo Rodrigues, Fábio Coelho, Walter Susini, David Laloum, Luiz Fernando Musa.

Nessa mesa, muitos assuntos relevantes surgiram, mas o principal foi sobre o quanto as marcas tem que ficar atentas a mudanças na sociedade. Além de vender seus produtos, é necessário se posicionar socialmente, levantar bandeiras, expor sua visão de mundo e vender também sua filosofia. Mas, no universo das mídias sociais, é preciso tomar cuidado para não “ficar em cima do muro”, não expressando seu posicionamento, com medo de desagradar alguns de seus públicos e perder clientes.

As marcas, tendem a lançar tendências, mas também são um reflexo da sociedade, então é preciso tomar partido, e produzir um conteúdo interessante e relevante, porque se não, ela simplesmente será esquecida. Além disso, também é preciso manter uma postura transparente e ouvir sempre o que seu público tem a dizer.

Dá uma olhada em um trecho da mesa:

Fonte: Portfolio Lovers

Previous post

Campanha da LG mostra como editar a mesma foto para redes sociais diferentes

Next post

Nova Skol Beats instiga os curiosos

Vitória Molnar

Vitória Molnar

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *